Nos siga por Email

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Por que meu dente dói?

Com Frio

O esmalte dos dentes funciona como isolante térmico entre as diferentes temperaturas. Quando algo muito gelado (exemplos: sorvete, água) atinge a polpa (nervo) do dente, onde estão localizadas as terminações nervosas, o sistema nervoso reage e provoca a dor, sinalizando que aquilo não é adequado e “alertando” seu organismo.

Essa dor também pode ocorrer por outras razões, como por exemplo, pela retração da gengiva, deixando a raiz do dente mais permeável e facilitando o contato das substâncias frias com a polpa (nervo) do mesmo. 

Pessoas que apresentam cáries sentem essa dor de uma forma mais frequente, visto que as bactérias destroem o esmalte do dente, fazendo com que não somente as substâncias geladas, mas também as quentes e as doces provoquem dor.

Com Quente

Se uma dor forte, contínua e latejante aparecer ao ingerir um alimento quente (exemplos: um café, um chá, uma sopa quente) está na hora de ir ao Dentista com urgência, pois esse sintoma pode ser um indício de problemas na polpa (nervo), normalmente necessitando um tratamento endodôntico (canal).

No interior do dente existe uma câmara fechada (câmara pulpar) que protege a polpa (nervo). Quando o nervo se inflama ou se danifica (morre), devido às bactérias presentes com a cárie, a pressão interna aumenta e provoca a dor.

O nervo passa por diferentes estágios de inflamação até chegar àquele nível insuportável de dor típico da necrose pulpar.
A inflamação inicia-se com uma cárie, que se não tratada no seu estágio inicial acaba atingindo a polpa do dente (nervo). Porém a inflamação do canal também pode ser causada por outros fatores como a má oclusão dental (mau posicionamento dos dentes) e batidas nos dentes, como pancadas na boca.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...